Nascido no Brasil com a proposta de chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito do mundo todo, o “Maio Amarelo” acontece com ações coordenadas entre poder público e a sociedade civil, a intenção é colocar em pauta o tema “segurança viária”, apontando também as vítimas que sobrevivem, mas que tem a vida transformada por um acidente e acabam carregando sequelas físicas e emocionais, e neste ponto que se encaixa nosso protagonista.

Renan sobreviveu a um grave acidente de trânsito há cerca de dois anos, ocasião em que perdeu seu braço esquerdo. O jovem carismático, cheio de talento para a música, para a fé e para o trabalho, descobriu possuir mais uma importante habilidade, o dom da resiliência.

Não se deixou abater, não se afastou dos amigos e não deixou de falar com Deus - pelo contrario. Ele voltou a tocar sua guitarra e a estudar, hoje cursa o 2º semestre do Curso Técnico em Recursos Humanos e se prepara para voltar às funções na empresa que o emprega desde antes do acidente.

Agora fica fácil saber que o sinônimo de resiliencia é a capacidade de superar, de recuperar de adversidades.

Obrigada Renan, pela oportunidade de aprendermos com você.

Acompanhe todas as informações no site do Movimento Maio Amarelo.